Portugal – Crime de Alta Traição em preparação

Estou de acordo que acolhamos os verdadeiros refugiados, mas cuidadosamente, pois sabemos que entram por esse estatuto islâmicos terroristas. Vi uma estatística que mostrava como, nomeadamente os que vêm cometendo atentados nos vários países europeus, recebiam subsídios de inserção social, enquanto outros pregam nas mesquitas o ódio aos que chamam infiéis (sobretudo cristãos e judeus – como mandava Maomé no seu tempo), com ameaças de morte ao “ocidente” por ser cristão, dizem… Mais, já vimos pela TV e jornais manifestações nas praças europeias (como Londres, etc) com slogan´s e cartazes a dizerem isso. E, em nome da liberdade e da democracia, passam à vontade! Mas que dormitório se tornou esta Europa descristianizada…! É que essa gente não entende a democracia, nem a querem, mas aproveitam-se dela…
Parece estar a realizar-se a “profecia islâmica” de Kadafi: “A Europa foi islâmica e vai ser nossa  outra vez. Não vai ser com armas, mas com os filhos de nossas mulheres”…
Isto vem a propósito da notícia que recebi e reenvio, por me parecer oportuna.
A resposta a dar aos que querem construir Mesquitas em Portugal deveria ser como já alguns países o fizeram: “Deixamos construir as vossas mesquitas se nos vossos países deixarem construir as Igrejas cristãs”!
Claro que os nossos ateus e afins nos corredores do poder terão todo o interesse, para tentar minar sobretudo a Igreja Católica, facilitar ao máximo outras religiões e seitas, nomeadamente o islamismo, a pretexto de um diálogo inter-religioso – que em si é coisa boa, desde que seja em base de seriedade e de verdade…
O assunto é coisa séria de mais e não há margem para ingenuidade e distracções…Ver vamos.

Anúncios